Comcap: 45 anos de dedicação e luta dos trabalhadores pelo bem de Florianópolis

Neste dia 22 de julho, a Companhia Melhoramentos da Capital (Comcap) completa 45 anos de existência em serviço da população de Florianópolis. Ao longo deste quase meio século de vida, os milhares de servidores trabalharam incansavelmente pela limpeza e conservação da cidade e, ao mesmo tempo, tiveram de lutar cotidianamente para manter a empresa 100% pública, viva e com condições de trabalho adequadas. O Sintrasem, que representa tanto os servidores da Comcap quanto os da Prefeitura da capital, e esteve junto nas lutas durante toda sua história, presta homenagem a todas e todos os trabalhadores que fizeram e fazem de sua missão de cada dia melhorar Florianópolis.

Vitória da categoria! Emenda ao PL 1560/2016 passa com oito assinaturas! Continuamos mobilizados contra o projeto!

Hoje (21/7) foi uma tarde de fortes emoções na Câmara Municipal de Florianópolis. Os trabalhadores, mesmo os da educação em período de férias, lotaram a frente e o interior da câmara fazendo jus à “casa do povo”, como esse espaço deveria ser. A categoria expulsou das galerias os comissionados convocados pelo prefeito César Souza Júnior (PSD) para acompanhar a sessão. Os vereadores ligados ao executivo tentaram inúmeras manobras! No fim, sob pressão dos servidores públicos munidos de cartazes e palavras de ordem, a emenda ao Projeto de Lei 1560/2016, apresentada pelo vereador Afrânio Boppré (PSOL), passou com oito votos.

Agora o texto da emenda deve ser analisado pela Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) antes de voltar à pauta para ser votado. No dia da sessão estaremos novamente presentes na luta. Vamos fazer com que nossos representantes legislativos arquivem esse projeto que representa um ataque à população de Florianópolis!

Prefeitura apresenta plano de demissões voluntárias da Comcap: Sintrasem é contra, na luta por uma Comcap forte e 100% pública!

Na última semana, o Executivo apresentou a problemática proposta do Plano de Demissão Voluntária Incentivada (PDVI) da Comcap em reunião com o Sintrasem. Insuficiente, preparando uma armadilha para os trabalhadores e para a empresa, abrindo caminho para a privatização, o plano é um caminho perigoso, cheio de pegadinhas, que não podemos  seguir e não vamos deixar passar!

A diretoria do Sintrasem e o Conselho Deliberativo dos trabalhadores da Comcap são contra o PDVI apresentado. Só aceitaremos propostas nos moldes do Plano Incentivado de Aposentadorias (PIA): sem reduzir quadro, apenas para os aposentáveis e aposentados e não colocando os direitos dos trabalhadores em risco.

Placar do PL 1560 na Câmara! Em defesa da Previdência!

Querem mexer na Previdência, os trabalhadores não vão deixar! Confira a posição de cada um dos 23 vereadores da Câmara Municipal de Florianópolis, veja o contato dos parlamentares que ainda estão em cima do muro e vamos fazer pressão na defesa dos direitos!

Estamos sob ataque! A hora é de mobilizar! Queremos previdência pública e solidária!

Assembleia nesta quinta-feira (21/7) com ato público em frente à câmara: PL 1560/2016 entra em pauta novamente

Nesta segunda-feira (18/7), nos mobilizamos em frente à Câmara Municipal de Florianópolis (CMF) para barrar a votação do Projeto de Lei 1560/2016, que altera o regime próprio de previdência. A sessão extraordinária de hoje foi convocada às pressas tendo o projeto sido colocado em pauta arbitrariamente somente na última sexta-feira passando por cima de todos os trâmites legais. Assim que ficamos sabendo da intenção dos vereadores, chamamos os trabalhadores em caráter de urgência para a assembleia.

Sob pressão, os projetos na pauta de hoje foram reagendados para votação na quinta-feira (21/7). Estaremos de novo em frente à CMF para garantir que os legisladores se comprometam a arquivar o projeto, que representa um golpe atroz contra o serviço público da cidade. Estamos sob ataque. Agora mais do que nunca, precisamos nos manter fortes! Se ao menos oito vereadores assinarem a proposta de emenda, o PL passa a ser votado em agosto após análise em duas comissões. Quinta-feira todos os trabalhadores devem estar presente a partir das 13h para nossa assembleia com ato público!

URGENTE! URGENTE! Assembleia nesta segunda-feira (18/7), às 15h30, em frente à câmara

Mais uma manobra do Prefeito César Souza Júnior em conluio com os vereadores da sua base para atacar nossa previdência.

Profissionais da Educação Especial contra ataques e as tentativas de terceirizar!

O Sintrasem e as professoras auxiliares de educação especial estão mobilizados e acompanhando com atenção as movimentações que visam terceirizar o setor, feitas pela Secretaria Municipal de Educação (SME) e Prefeitura de Florianópolis. A portaria do Executivo que estabelece diretrizes da política de educação especial da rede de ensino abre as portas para a terceirização e precisa ser enfrentada - bem como o “projeto piloto” de terceirização numa unidade educativa do Campeche, a primeira de muitas tentativas que ainda virão do prefeito e seus parceiros. A direção do sindicato e as professoras já se reuniram e, além de reafirmarem seu posicionamento contrário à mais este ataque, estão dando encaminhamentos, se preparando para organizar fóruns com trabalhadores e universidade, delimitando e pensando em como deve ser o profissional da educação especial, como atender as demandas e garantir a qualidade necessária aos sujeitos envolvidos.

 

Os ataques vêm fortes, precisamos estar ainda mais! Mobilizar para a greve!

O ano de 2016 tem sido complicado para o funcionalismo público de Florianópolis: cortes, precarização, ataques, descumprimentos, mentiras são o que o Executivo tem oferecido. A gestão do Prefeito César Souza Júnior foi desastrosa e tão ruim que ele sequer teve coragem de se candidatar à reeleição. Combinada com crises político e econômicas e retirada de direitos por todo o Brasil, refletindo aqui na cidade, o cenário é bastante preocupante. Nesta conjuntura, não há mistério: a única forma de garantir os direitos e os avanços dos trabalhadores é pela mobilização e luta!

Os ataques vêm fortes, precisamos estar ainda mais! Precisamos estar unidos, nos movimentando, conversando com os colegas e a comunidade se quisermos construir resistência e garantir que não passem retrocessos com as mobilizações que estão vindo. Vamos construir juntos a resposta e a reação dos servidores aos ataques e preparar uma greve massiva, para sacudir a cidade, mostrar que os trabalhadores não estão de brincadeira e que os direitos serão defendidos a todo custo!

 

A Saúde Pública agoniza em Florianópolis! O SUS pode acabar!

Os cortes de verba para a cidade realizados pelo prefeito César Souza Júnior (PSD) ainda no primeiro trimestre deste ano já são sentidos tanto pela população usuária dos postos de saúde quanto pelos servidores públicos. No dia 21/3 a prefeitura anunciou redução de 22,76% no orçamento de 2016 através do decreto n° 15.903. Isso representa um corte de R$ 364 milhões!

Nessa leva, a saúde de Florianópolis perdeu R$ 28 milhões, que, se somados aos R$ 10 milhões cortados em 2015, totalizam uma redução de R$ 38 milhões. O efeito disso é a falta de medicamentos e de materiais básicos de enfermagem e até de higiene nas unidades de atendimento.

 

AGENDA

sexta-feira, Julho 29, 2016 - 13:00
Local: Na frente da Câmara Municipal de Florianópolis
Assembleia Geral Extraordinária PMF na CMF. Em pauta: Informes; ataques do prefeito aos direitos dos trabalhadores; descumprimento do acordo; PL 1.560/16 (ataque à previdência); Encaminhamentos: deliberação de greve

segunda-feira, Julho 25, 2016 - 18:00
Local: Auditório Rosa Luxemburgo - Sintrasem
Reunião para pensar na mobilização da categoria

quinta-feira, Julho 21, 2016 - 13:00
Local: Câmara Municipal de Florianópolis
Pauta: Informes; PL 1.560/16; encaminhamentos

SINDICALIZE-SE!

Acordos coletivos de trabalho

PMF
COMCAP

Boletins Eletrônicos

Selecionar o(s) boletim(s) que você deseja assinar ou cancelar a assinatura.

                 

CUT